sábado, 29 de maio de 2010

SET UFAM DE BOLSO - EDIÇÃO XVI

video
Noividades sobre as bilheterias norte-americanas, Quincas Berro D´Água,Festival de Cannes 2010 e filmes hollywoodianos no Amazonas!

A apresentação é de Giovanni Araújo e Hiara Layolee!

O SET UFAM DE BOLSO é um informativo semanal feito especialmente para o blog do programa!

Divirta-se!

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Curso de Cinema em Manaus com Pablo Villaça

Dos dias 9 a 13 de agosto, Manaus vai receber um curso de cinema de um dos maiores críticos do país: Pablo Villaça.

Pablo Villaça vem a Manaus aplicar 21a edição do curso "Teoria, Linguagem e Crítica Cinematográficas". O curso é promovido pelo tradicional site "Cinema em Cena", um dos principais do Brasil sobre o tema. A carga horária é de 15 horas e vai acontecer no Colégio do Norte,antigo Colégio Objetivo, na Avenida Mário Ypiranga (traduzindo para os manauaras: na Avenida Recife) das 19 às 22hrs.

Para saber como se matricular e mais informações:
http://www.cinemaemcena.com.br/pv/BlogPablo/page/Curso-de-Teoria-Linguagem-e-Critica-Cinematograficas-em-Manaus.aspx

Não perca essa grande oportunidade de conhecer e se aprofundar no mundo do cinema!

Lançamentos do Cinemas em Manaus - 28 de Maio

Filme: Sex and The City 2
Direção: Michael Patrick King
Elenco: Sarah Jessica Parker, Kristin Davis, Cynthia Nixon, Kim Cattrall
Sinopse: Samantha (Kim Cattrall) tentará encontrar uma mãe de aluguel para ter um filho. Charlotte (Kristin Davis) passará por uma crise no casamento por achar que está sendo traída. Miranda Hobbs (Cynthia Nixon) abrirá um restaurante em família. Carrie (Sarah Jessica Parker) mostrará as desventuras de sua relação com Mr. Big (Chris Noth), ao mesmo tempo em que volta a encontrar um antigo affair.
Onde: Cinemark,Cinemais,Playarte,Severiano Ribeiro
Filme: Segurança Nacional
Direção: Roberto Carminati
Elenco: Thiago Lacerda, Ângela Vieira, Milton Gonçalves
Sinopse: O ano é 2004. Entra em vigor no Brasil a Lei do Abate que, em um de seus artigos, diz que aeronaves não autorizadas consideradas hostis - sobrevoando o território nacional - podem ser destruídas sob autorização do Presidente da República ou por uma autoridade delegada por ele. Para impedir a ação inimiga, a Abin (Agência Brasileira de Inteligência) coloca seu melhor homem à frente das operações, o agente Marcos Rocha (Thiago Lacerda). Com apoio do agente Daniel (Aílton Graça), ele descobre que Hector Gasca (Joaquin Cosio) planeja atacar o quartel general do Sivam. Rocha comandará equipes que rastrearão os movimentos do inimigo e tentarão abater aeronaves de criminosos com caça-aviões.
Onde: Cinemark,Cinemais,Playarte
Filme: Querido John
Direção: Lasse Hallström
Elenco: Channing Tatum, Amanda Seyfried
Sinopse: John Tyree (Channing Tatum) é um jovem soldado que foi para casa durante uma licença da guerra e acaba se apaixonando por Savannah Curtis (Amanda Seyfried), universitária idealista. Durante os próximos sete tumultuosos anos, o casal é separado pelas missões cada vez mais perigosas de John. Apesar de se encontrarem apenas esporadicamente, eles mantêm o contato por meio de cartas de amor. Essa correspondência acaba por provocar uma situação com consequências nefastas.
Onde: Cinemark,Cinemais

domingo, 23 de maio de 2010

O FIM DE UMA ERA - LOST

POR CAIO PIMENTA
Diretor-Geral do SET UFAM

Chega ao fim neste domingo,23 de maio,a série "Lost", um dos maiores fenômenos do entrenimento mundial na última década. Foram seis anos de muito mistério,suspense,polêmicas,perguntas e algumas respostas. Durante esse período, quem acompanhou o drama dos passageiros do vôo Oceanic 815 que caíram em uma ilha no meio do Oceano Pacífico, aprenderam a se apaixonar por figuras como Jack Shepard,Kate Austen, John Locke, Ben Linus, Hugo Reyes, James "Sawyer" Ford e tantos outros.

"Lost",entretanto,não foi apenas mais uma simples série de TV. O seriado representou uma mudança nos costumes de se assistir televisão,trouxe ousadias narrativas a cada temporada,convergiu mídias de comunicação como nenhuma outra obra fez até hoje e foi o ápice do momento mais brilhante da televisão norte-americana.
Pergunte a algum fã de "Lost" no Brasil se ele espera o mais recente episódio da série chegar no "AXN", canal por assinatura que exibe a série no país. No mínimo, essa pessoa vai falar que você está tirando um "sarro" da cara dela. Se hoje os sites ou blogs para downloads de séries e filmes são tão populares,"Lost" tem uma grande parcela de contribuição para isso. A pressa dos fanáticos pela série em assistir ao mais novo capítulo da saga é tão grande que nenhum deles espera 1 ou 2 semanas para a exibição na televisão. Para se ter uma idéia, um episódio legendado da atração costuma estar na Internet cinco horas depois da exibição no EUA. Não é à toa que a audiência de "Lost" no AXN é baixa, se comparado a todo o glamour da série. Na Terra de Obama, as aventuras de Jack e cia. perde audiência a cada temporada. Fracasso, certo?
Em termos, pois o ibope de lá não mede as gravações que o TiVo faz e, segundo dados de agências internacionais, "Lost" é um dos programas mais reservados pelos americanos.
A capacidade que "Lost" tem em renovar o modo de se contar a história é algo surpreendente. Nas três primeiras temporadas acompanhamos, através de flashbacks, a vida dos nossos "heroís" antes deles caírem na ilha; no último episódio da terceira temporada e o melhor da série até hoje, descobrimos que alguns dos sobreviventes conseguiram sair da ilha. Adotava-se a partir dali o flashforward que esteve presente na série até a quinta temporada. Eis que nesse sexto e ultímo ano, o seriado se reinventa e traz o conceito de realidade alternativa.
Não admitir que "Lost" cria mais perguntas que respostas satisfatórias e que nos confunde muitas vezes, é ser hipócrita.
Agora, usar a justificativa de que tudo é muito complicado, que não se tem paciência para assistir, que é tudo uma viagem besta, que não se explica tudinho nos mínimos detalhes e todo aquele blá-blá-blá usado pelos detratores da série é lamentável,pois mostra a época em que vivemos, na qual o quanto mais simples,rasteiro e bobo um filme ou programa de tv for, mais sucesso ele terá. Talvez por isso, o sucesso de porcarias como "Fúria de Titãs", Transformers", "American Idol" e por aí vai.A Internet é peça-chave para o sucesso de "Lost". No momento em que um episódio acaba, é a hora de blogs ao redor do mundo começarem a tentar entender e criar significados ou,até mesmo, buscar uma melhor compreensão para o que acabaram de ver. Sites como "Dude,We are Lost" e "Lost in Lost" são muito visitados pelo fãs da série e traz grandes discussões e novidades sobre o seriado. Porém, impressionante mesmo é a página dedicada a "Lost" no Wikipédia: dá para saber desde quando começou até a trilha sonora, passando por quais canais exibem o programa ao redor do mundo e os prêmios ganhos.
"Lost" ainda virou jogo de videogame, livros foram lançados usando como base a série, miniepisódios para celulares foram feitos. Mais tecnológico, impossível!
A última década foi a mais espetacular da dramaturgia televisiva norte-americana. Quantas séries espetaculares foram lançadas?
House M.D, Desperate Housewives, Grey´s Anatomy, Heroes, 30 Rock, Criminal Minds, Alias, The Office, Glee...
Foram duas séries, porém, que vão representar para todo o sempre esse período: Lost e 24 Horas.A série que acompanha um dia da vida do agente do governo do EUA, Jack Bauer, criou o heroí mais pertubado da história, além de trazer tramas cheias de reviravoltas e em um ritmo eletrizante. Pena estar em sua última temporada também.

O alto nível dessas duas séries elevaram para um patamar nunca antes visto a qualidade das produções da televisão norte-americana. Não é absurdo nenhum dizer que uma temporada de "Lost", "24 Horas" "House M.D" e "Damages" são muito melhores que a maioria dos filmes que somos obrigados a assistir nos cinemas.O que resta agora é nos preparar para mais tarde acompanharmos o final de "Lost".

Nunca foi tão difícil apertar o PLAY!

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Estréias da Semana nos Cinemas de Manaus - 21 de Maio

Filme: Fúria de Titãs
Diretor:Louis Leterrier
Elenco:Sam Worthington, Ralph Fiennes, Liam Neeson
Sinopse:Perseus (Sam Worthington) é o único que pode salvar sua família de Hades (Ralph Fiennes), um vingativo deus da terra dos mortos. Sem nada a perder, ele lidera uma missão para derrotar o vilão, antes que ele alcance os poderes de Zeus (Liam Neeson), rei de todos os deuses. Inicia-se, então, uma jornada por mundos desconhecidos.
ONDE:Cinemark,Cinemais,Playarte,Severiano Ribeiro

Filme: Quincas Berro D´Água
Diretor:Sérgio Machado
Elenco:Paulo José, Marieta Severo, Mariana Ximenes
Sinopse:Quincas Berro D'Água (Paulo José), o rei dos bordéis, botecos, e gafieiras da Bahia, é encontrado morto em sua cama. Inconformados com sua morte, seus melhores amigos “roubam” o corpo e o levam para uma última noite regada a festa e muita bebida. Em meio a mil confusões, o ex-funcionário público Quincas “vive” a sua segunda e definitiva morte, desta vez como sempre sonhou.
ONDE:Cinemark,Cinemais,Playarte,Severiano Ribeiro

SET UFAM DE BOLSO - EDIÇÃO XV

video
Novidades sobre o novo filme sobre Chico Xavier, bilheterias norte-americanas, Tainá 3 e Harry Porter e as Relíquias da Morte!

Nessa edição, tem a estreia de Hiara Layolee e Giovanni Araújo!

O SET UFAM DE BOLSO é o nosso informativo semanal feito especialmente para o blog!

Divirta-se!

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Estréias da Semana nos Cinemas de Manaus - 14 de Maio

Filme: Robin Hood
Direção:Ridley Scott
Elenco:Russell Crowe, Cate Blanchett,Max von Sydow
Sinopse:Inglaterra, século 12. Com a morte do rei da Inglaterra Ricardo I, Robin Hood (Russell Crowe), o experiente arqueiro e ex-integrante do exército da Coroa, viaja para Nottingham, um lugar que sofre com a corrupção de um xerife tirânico (Matthew Macfadyen) e impostos assustadores. Lá, ele se apaixona pela espirituosa viúva Lady Marion (Cate Blanchett), uma mulher cética da identidade e motivações desse guerreiro da floresta. Com o país enfraquecido por décadas de guerras, Robin e seus companheiros – insatisfeitos com o ineficaz governo de um novo rei – iniciam uma grande aventura.
ONDE: Cinemark,Cinemais,Playarte,Severiano Ribeiro
Filme: A Estrada
Direção:John Hillcoat
Elenco:Viggo Mortensen,Charlize Theron, Guy Pearce
Sinopse:Em um mundo pós-apocalíptico, um Homem (Mortensen) e seu Filho (McPhee) tentam sobreviver a qualquer custo.
ONDE: Cinemais,Playarte
Filme: O Preço da Traição
Direção:Atom Egoyan
Elenco:Julianne Moore,Liam Neeson,Amanda Seyfried
Sinopse:Catherine (Julianne Moore) e David (Liam Neeson) - ela uma médica, ele um professor - são à primeira vista, o casal perfeito. Felizes, com um filho adolescente talentoso, eles parecem ter uma vida idílica. Mas, quando David perde um vôo e consequentemente sua festa de aniversário surpresa, Catherine começa a suspeitar do marido. Colocando em cheque a sua fidelidade, ela decide contratar Chloe (Amanda Seyfried), uma acompanhante para seduzir David e testar sua lealdade.
ONDE: Cinemark,Cinemais,Playarte

segunda-feira, 10 de maio de 2010

SET UFAM DE BOLSO - EDIÇÃO XIV

video
Novidades sobre "Chico Xavier", bilheterias norte-americanas, novo filme de Gerard Butler e Ralph Fiennes e "Na Terra dos Canãas".

O SET UFAM DE BOLSO é o nosso informativo semanal sobre cinema realizado exclusivamente para o blog do SET UFAM!

A apresentação é de Marina Souza e Mariana Lima!

Não Perca!

Vida de Cinéfilo - Jony Cley

video
Jony Cley é um dos jornalista do setor cultural mais influentes de Manaus.
Além disso, ele é cinéfilo ao extremo.

Conheça um pouco mais desse "viciado" em cinema!

Direto da redação do jornal "A Crítica"!

Divirta-se!

Lista - Melhores Documentários

video
Assista agora uma lista de 5 grandes documentários recentes imperdíveis!

Divirta-se!

domingo, 9 de maio de 2010

Eldorado - Episódio VI

video
O episódio mais emocionante de "Eldorado" está no ar!

Você vai chorar!
NOT!

Divirta-se

Soundtracks - Vicky Cristina Barcelona

video
Uma das melhores trilhas dos últimos anos é destaque do Soundtracks: Vicky Cristina Barcelona traz toda sensualidade espanhola para a apimentada trama do diretor Woody Allen.

O filme conta com os astros Javier Bardem, Scarlett Johansson e Penelópe Cruz!

Divirta-se!

Dicas de DVD II

video
Gabriel Machado apresenta os principais lançamentos nas locadoras de Manaus.
Entre as novidades, está AVATAR!

O quadro conta com o apoio da TAKE VÍDEO!

Divirta-se!

Biografia - Woody Allen

video Dono de uma das carreiras mais marcantes do cinema americano, Woody Allen é a estrela do quadro Biografia!

Conheça a carreira do diretor de clássicos como "Noivo Neurótico,Noiva Nervosa", "Manhattan" e "Tiros na Broadway".

Divirta-se!
javascript:void(0)

Lançamentos de DVD em Maio

Encontro de Casais... 05/05
A Batalha dos 3 Reinos... 10/05
O Fada do Dente... 12/05
Um Crime Nada Perfeito... 12/05
Investigação de Risco... 12/05
Confusões em Família... 12/05
Vírus... 12/05
S. Darko: Um Conto de Donnie Darko... 12/05
Pandorum... 12/05
Estão Todos Bem... 12/05
Sombras de Um Desejo... 12/05
Ghost Whisperer: a 4a Temporada Completa... 12/05
Sherlock Holmes... 13/05
Mother: A Busca Pela Verdade... 13/05
Manipulador de Cérebros... 13/05
Bons Costumes... 13/05
Nine... 13/05
Defendor... 13/05
Zumbilândia... 13/05
Amor Sem Escalas... 18/05
Os Demônios de Dorothy Mills... 18/05
Um Homem Sério... 18/05
CSI: Miami - a 2a Temporada Completa... 18/05
Sei Que Vou Te Amar... 19/05
Terror no Cinema... 19/05
O Mensageiro... 19/05
Aritmética Emocional... 20/05
O Amor Pede Passagem... 26/05
Busca Alucinante... 26/05
Do Além... 26/05
Harry Brown... 26/05
É Proibido Fumar... 26/05
Parcy Jackson e o Ladrão de Raios... 26/05
Idas e Vindas do Amor... 27/05
Abismo do Medo 2... 27/05

sábado, 8 de maio de 2010

CRÍTICA - Homem de Ferro 2

O ano era 2000. Quando Bryan Singer lançou "X-Men" mal sabia ele que daria um novo rumo ao cinema americano, principalmente aos blockbusters que dominam as bilheterias.
De lá para cá, Sam Raimi fez três belos filmes do "Homem-Aranha", Christopher Nolan conseguir dar a série "Batman" um status inimiginável, Ang Lee quebrou a cara com "Hulk".
Já Jon Favreau, comediante desconhecido e com um currículo nulo tanto na direção quanto na atuação, assumiu o comando de uma adaptação de um herói dos quadrinhos pouco conhecido do grande público,mas que possuia um número considerável de fãs. "Homem de Ferro" estreou em 2008 e surpreendeu público e crítica com uma história bem-humorada e com boas cenas de ação. E claro, com a atuação excelente de Robert Downey Jr. como Tony Stark, empresário do setor bélico, totalmente egocêntrico,com muito charme e inteligência.
Eis que dois anos depois, cá estamos novamente frente a frente com Stark que após ter se revelado o Homem de Ferro em uma coletiva de imprensa no fim do primeiro filme, está sendo pressionado pelo governo americano a ceder a tecnologia desenvolvida por sua empresa para o exercíto do país, coisa que ele não pretende fazer.Para piorar a situação, o heroí (ou seria anti-heroí?) precisa combater Ivan Vanko (Mickey Rourke), um homem perigoso que saiu da Rússia para vingar a morte do pai, que sempre foi renegado pela família Stark. Em paralelo a tudo isso, Stark passa por um grave problema de saúde por causa do elevado número de toxinas presente em seu corpo devido ao equipamento do Iron Man.

"Homem de Ferro 2" é, antes de mais nada, um filme de ação, porém parece se esquecer disso durante boa parte da história. Explico: se você retirar a cena do Grande Prêmio de Mônaco e a sequência final, o resto do final é de uma conversa fiada interminável.E se engana quem pensa que esse blá-blá-blá é interessante ou permite entrar em maior contato com os personagens; tudo não passa de enrolação e de um festival de frases forçadas para tentar nos fazer rir ou ficar com o pensamento de quanto os roteiristas são inteligentes e engraçadinhos. Coitados!
Se todo o falatório que temos de aguentar durante boa parte da projeção fosse compensado por boas cenas de ação, provavelmente a situação seria melhor. Porém, a sequência do GP de Mônaco,apesar de ser interessante e bem dirigida, apresenta muitos momentos em que é preciso muita boa vontade para aceitar (só para dizer que não é implicância: como um carro normal entra em um circuito de F-1 com extrema facilidade como é mostrado no filme? Fora o perigo que ele representa para os outros pilotos - ok, aqui é um pequena implicância).
Agora, nada supera a batalha final. Explosões,tiros para todo lado,vilão mais poderoso que nunca, robôs assassinos, heroís encurralados e........... acaba daquele jeito? Tão fácil? Tão besta? Tão lógico?
Parei!
Se tem uma coisa que "Homem de Ferro 2" acerta é no mesmo trunfo do filme passado: Robert Downey Jr. nasceu para o papel. Com todo o seu cinismo e, ao mesmo tempo, com um toque infantil de um menino que se diverte com os seus caros brinquedinhos, Tony Stark é apaixonante,mesmo que seja uma pessoa inconsequente e sem a menor preocupação com nada que não seja ele próprio. O narcisismo em pessoa.
Sobre os coadjuvantes, dá para dividir em três grupos: primeiro, temos aqueles que roubam a cena, como Mickey Rourke, entregando um vilão assustador e mostrando que "O Lutador" não foi um lapso, e Sam Rockwell, intérprete do atrapalhado e ganancioso Justin Hammer, adversário de Tony Stark no setor de armas; a segunda turma é formada pelos desnecessários personagens de Scarlett Johansson, que só desfila beleza pela tela, Samuel L. Jackson, cuja única função é inserir elementos para fazer sentido no futuro filme da série "Os Vingadores" que vai reunir todos os heróis da Marvel em um único filme, e o apagado Don Cheadle, visivelmente desconfortável em substituir Terrence Howard nesta sequência; e para completar, temos aqueles que não alteram nada como a personagem de Gwyneth Paltrow.
Assim como seu protagonista, "Homem de Ferro 2" se acha o máximo a todo momento. Porém, só é presunçoso e chato.

Tentou ser "Batman - O Cavaleiro das Trevas" e acabou "Homem-Aranha 3".

Uma pena!
NOTA:6,0
Por Caio Pimenta
Diretor-Geral do SET UFAM

Crítica - Alice - No País das Maravilhas

Começou a temporada dos blockbusters hollywoodianos,aqueles filmes que chamam a atenção do público seja pelo marketing ou pelo investimento ou por alguma polêmica gerada pela obra ou, é claro, por serem uma sequência de um grande sucesso. Quem inaugurou a temporada 2010 foi "Alice - No País das Maravilhas" do diretor Tim Burton, disponível em cópias 2D e 3D.

O longa tenta recriar a clássica história de Charles Lutwidge Dodgson escrita em 1865 e que já teve várias adaptações para o cinema, incluindo a famosa versão da Disney realizada em 1951.

Aqui, Alice é vivida por Mia Wasikowska, uma jovem inglesa que sofre com a morte do pai e se sente deslocada no mundo "quadrado" que a espera: um casamento sem amor com um esnobe,festas entediantes, fofocas típicas da aristocracia inglesa e nada de vida profissional. Eis que surge um coelho que a leva a um novo mundo, onde será peça-chave na guerra entre a Rainha Branca (Anne Hathaway) e a Rainha Vermelha (Helena Bonham Carter). Ao seu lado, está o Gato Risonho, gêmeos gordinhos e atrapalhados, uma lagarta "doidona" e sábia e o Chapeleiro Maluco,interpretado por Johnny Deep.

Só por esse resumão da história já é possível notar duas situações que acabam sendo um problema para o filme: 1) a infantilização da história, que torna tudo o que acompanhamos tão desinteressante e previsível, não havendo algo mais complexo, sem o aprofundamento necessário dos personagens, para que possamos nos importar com eles; 2) o excesso de personagens na trama, sendo que muito deles nada acrescentam a história, tendo como único propósito atrair a atenção infantil para que seus pobres pais comprem o boneco do dito cujo na loja mais próxima.

A situação piora mais ainda pela condução monótona e sem criatividade de Tim Burton. Diretor que sempre teve como principal característica o visual sombrio e gótico, em "Alice" percebe-se uma certa indecisão em não saber se adota o tom usual de suas obras ou em apostar por mais cores. Além disso, a falta de tato para cenas de ação continua sendo um ponto delicado na carreira de Burton.
Ou alguém ficou sem fôlego ao assistir a nada emocionante batalha final?

Quanto as atuações, "Alice - No País das Maravilhas" é um marasmo de dar dó. Mia Wasikowska até que se esforça em transformar a personagem-título em uma menina forte e corajosa,porém a falta de carisma da garota impede que ela obtenha êxito. A talentosa Anne Hathaway é extremamente mal-aproveitada, já que poderia servir de interessante alívio cômico e, ao mesmo tempo, com elementos dramáticos fundamentais para o desenvolvimento da trama. No que lhe coube fazer, restou saltitar e andar como uma socialite louca. Por outro lado, Helena Bonham Carter dá um show como a vilã da história. Com uma atuação beirando o circense, a atriz constrói uma personagem divertida e temível, por sua insensataz e loucura. É impossível não achar graça das caras e bocas da Rainha Vermelha e não gargalhar quando a personagem manda alguém perder a cabeça.

Como não poderia deixar de ser em um filme de Tim Burton, os aspectos técnicos são excelentes. Desde a construção dos cenários aos figurinos, passando pela direção de arte e trilha sonora tudo é muito bem conduzido.
Mas é no principal chamariz do longa, o recurso de três dimensões, que o filme falha. Por ter sido projetado inicialmente para sair em cópias convencionais, o filme sofreu uma conversão para entrar em cartaz utilizando as mesmas técnicas de "Avatar" e obter o mesmo sucesso do filme de James Cameron.
Porém, se na obra do diretor de "Titanic" o 3D servia apenas como um elemento para contar a história, aqui, em muitos momentos, ela se torna protagonista do que passa na tela e a história para somente com o intuito de mostrar os recursos mágicos que as três dimensões pode oferecer.

Irregular, "Alice - No País das Maravilhas" poderia ter sido uma obra-prima, porém a mediocridade com que o trabalho foi levado visando apenas o lucro e nunca o lado artístico, fazem do filme um dos mais decepcionantes do ano.

NOTA:6,0

Por Caio Pimenta
Diretor-Geral do SET UFAM

PS: sobre Johnny Deep, em breve um post especial.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

SET UFAM DE BOLSO - EDIÇÃO XIII

video
Mesmo atrasado,estamos de volta com o SET UFAM de Bolso!
Novidades sobre as bilheterias norte-americanas, "Em teus olhos", Juan José Campanella, "Piranhss 3D" e do filme local "Skate Salva"!

A apresentação é Mariana Lima e Marina Souza!

Não Perca!

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Estréias da Semana nos Cinemas de Manaus - 7 de Maio

Filme:A HORA DO PESADELO
Direção:Samuel Bayer
Elenco:Jackie Earle Haley, Rooney Mara, Kyle Gallner
Sinopse:Nancy (Rooney Mara), Kris (Katie Cassidy), Quentin (Kyle Galner), Jesse (Thomas Dekker) e Dean (Kellan Lutz) moram na Rua Elm. Eles começaram a ter o mesmo sonho à noite, com o mesmo homem, que usa um suéter esfarrapado, listrado de vermelho e verde, um chapéu de feltro gasto cobrindo parte de um rosto desfigurado e uma luva de jardinagem com lâminas no lugar de dedos: Freddy Krueger (Jack Earle Haley). Ele aterroriza um a um, entre as paredes sinuosas de seus sonhos, onde é ele quem dita as regras e a única saída é acordar. Quando um deles sofre uma morte violenta, eles logo se dão conta de que o que acontece em seus sonhos se concretiza na realidade e, se quiserem se manter vivos, terão de permanecer acordados.
ONDE: Cinemark,Cinemais, Playarte

Filme:ZONA VERDE
Diretor: Paul Greengrass
Elenco: Matt Damon,Jason Isaacs, Greg Kinnear
Sinopse:Em 2003, o subtenente do exército americano Roy Miller (Matt Damon) e sua equipe são designados para achar armas de destruição em massa, supostamente guardadas no deserto do Iraque. Mas, indo de um lugar cheio de armadilhas e trincheiras a outro, os homens que buscam agentes químicos mortais esbarram em uma farsa que subverte o propósito da missão. Agora, Miller precisa vasculhar os serviços secreto e de inteligência escondidos em terra estrangeira para encontrar respostas que ora acabarão com um regime nocivo, ora propagarão uma guerra em uma região instável. Nesse momento delicado e nesse lugar inflamável, ele descobre que a arma mais ilusória de todas é a verdade.
ONDE: Cinemark,Cinemais, Playarte

Filme:MISSÃO QUASE IMPOSSÍVEL
Diretor: Brian Levant
Elenco: Jackie Chan, Lucas Till, Amber Valletta
Sinopse: Bob Ho (Jackie Chan) trabalha como babá dos filhos do vizinho. Quando um dos garotos, acidentalmente, faz download de um arquivo confidencial, ele precisa lutar contra uma unidade secreta de agentes.
ONDE: Cinemark,Cinemais, Playarte